Páginas

Landscape

Se for ele lá fora: trágico, reticente e belo
perguntando por mim
diga que me ceguei na faca do sentimento...
E se disser: “Eu posso curá-lo!”
abra a janela
arranque-lhe a grade
afaste docemente as cortinas
e lhe diga:

“Ele está morto, o poeta. Está em fuga...”



(Dand M.)
(Por Ben Tolman)

Dand M. é um poeta paraense. A qualidade de sua poezia (como ele mesmo escreve poesia) logo despertou o meu interesse.
Coletei o poema acima do site www.culturapara.art.br/ , onde você pode encontrar mais informações sobre o poeta, além de outros poemas de sua autoria e de outros poetas paraenses (como Max Martins, Age de Carvalho e Ruy Barata).  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails